251





1   Rios de água viva,
        Rios do trono a fluir,
     Com bênção todo-inclusiva,
        Fluem de Cristo, sem fim.

        Rios de água viva,
           Rios que fluem sem fim,
        Saem de Ti, Salvador meu;
           Que fluam hoje de mim!

2   Todo sedento venha,
        Há suprimento aqui;
     Vem, sem dinheiro, sem preço,
        Tal água viva possuir.

        Rios de água viva,
           Rios que fluem sem fim,
        Saem de Ti, Salvador meu;
           Que fluam hoje de mim!

3   Ó Salvador, me limpa,
        Vem um canal me fazer;
     Despoja, enche e me ensina
        A crer e obedecer.

        Rios de água viva,
           Rios que fluem sem fim,
        Saem de Ti, Salvador meu;
           Que fluam hoje de mim!

4   Somente então os rios
        Por meio de mim fluirão;
     Somente assim é que outros
        Tua plen’tude verão.

        Rios de água viva,
           Rios que fluem sem fim,
        Saem de Ti, Salvador meu;
           Que fluam hoje de mim!

5   Jesus, a Ti me entrego,
        Tudo a Teus pés renderei,
     E para o Teu serviço
        Capacitado serei.

        Rios de água viva,
           Rios que fluem sem fim,
        Saem de Ti, Salvador meu;
           Que fluam hoje de mim!


Categoria: Plenitude do Espírito
Subcategoria: Como a Água Viva

Letra: G. R. H. Wood
Música: B. Line, D. Wood
Tonalidade: Fá Maior
Métrica: 7.7.8.7 com coro
Ing: 251
Esp: 117
Chi: 203
Cor: 251

  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível

  • Partitura não disponível
  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível