19





 

1  Tu és fiel, ó Deus, meu Pai celeste,
    Em Ti nem sombra de mudança há;
    Nunca mudaste e nunca faltaste,
    Como tens sido, ó Pai, sempre serás.

       Tu és fiel, ó Deus! Tu és fiel, ó Deus!
         Cada manhã há mercê que é sem fim;
       O que preciso tens sempre provido,
         Tu és fiel, ó Deus, fiel a mim!

2  Flores e frutos, verão e inverno,
    Sol, lua, estrelas no céu a brilhar,
    Atestam a Tua fidelidade,
    Misericórdia e amor singular.

       Tu és fiel, ó Deus! Tu és fiel, ó Deus!
         Cada manhã há mercê que é sem fim;
       O que preciso tens sempre provido,
         Tu és fiel, ó Deus, fiel a mim!

3  Pleno e real perdão, paz permanente,
    Tua presença a me encorajar,
    Força de hoje, esperança da glória:
    Bênçãos que posso co’os santos provar!

       Tu és fiel, ó Deus! Tu és fiel, ó Deus!
         Cada manhã há mercê que é sem fim;
       O que preciso tens sempre provido,
         Tu és fiel, ó Deus, fiel a mim!


Categoria: Adoração ao Pai
Subcategoria: Sua Fidelidade

Letra: Thomas Obediah Chisholm
Música: William Marion Runyan
Tonalidade: Dó Maior
Métrica: 11.10.11.10 com coro
Ing: 19
Esp: -
Chi: 13
Cor: 19

  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível

  • Partitura não disponível
  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível