1112





1   Quão gloriosa Tua mesa é!
     Convidados Teus nós somos,
     Em Teu lar, Senhor, ceamos;
     Quão gloriosa Tua mesa é!

        Aleluia! Aleluia!
        Que banquete celestial!
        Aleluia! Aleluia!
        Quão gloriosa mesa divinal!

2   Desfrutável Tua mesa é!
     Nela comunhão gozamos,
     Aleluia! a encontramos;
     Desfrutável Tua mesa é!

        Aleluia! Aleluia!
        Que banquete celestial!
        Aleluia! Aleluia!
        Quão gloriosa mesa divinal!

3   Pão e vinho tão preciosos são!
     Tua morte contemplamos;
     Nossa alma renunciamos,
     Partilhando Tua mesa então.

        Aleluia! Aleluia!
        Que banquete celestial!
        Aleluia! Aleluia!
        Quão gloriosa mesa divinal!

4   Que sentido esta mesa tem!
     Neste pão o Corpo é visto –
     Expressão do amor de Cristo;
     Que sentido esta mesa tem!

        Aleluia! Aleluia!
        Que banquete celestial!
        Aleluia! Aleluia!

        Quão gloriosa mesa divinal!

5   Refrescante Tua mesa é!
     Satisfaz-nos plenamente,
     E nos supre diariamente;
     Refrescante Tua mesa é.

        Aleluia! Aleluia!
        Que banquete celestial!
        Aleluia! Aleluia!
        Quão gloriosa mesa divinal!

6   Que alento Tua mesa traz!
     Faz lembrar-nos Tua vinda,
     Esperança que não finda;
     Que alento Tua mesa traz!

        Aleluia! Aleluia!
        Que banquete celestial!
        Aleluia! Aleluia!
        Quão gloriosa mesa divinal!
 

Categoria: Louvor ao Senhor
Subcategoria: Em Memória Dele

Letra: -
Música: William Gould Tomer
Tonalidade: Dó Maior
Métrica: 9.8.8.9 com coro
Ing: 1112
Esp: 108
Chi: -
Cor: 1112

  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível

  • Partitura não disponível
  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível