1107





1   Senhor, aqui Teu Corpo reunido,
     Embora muitos, somos todos um;
     A Tua vida nos tornou Teus membros,
     E nessa vida somos todos um.

        No universo um só Corpo há;
        Na terra, em nós, vem se expressar.
        Nesta cidade, todos o verão:
        O Corpo é um – oh! que visão!

2   Um pão aqui Teu corpo simboliza,
     Partido para ser-nos a porção.
     E declaramos nossa unidade
     Quando o comemos junto dos irmãos.

        No universo um só Corpo há;
        Na terra, em nós, vem se expressar.
        Nesta cidade, todos o verão:
        O Corpo é um – oh! que visão!

3   Um pão e um só cálix sobre a mesa
     Demonstram que em Ti nós somos um;
     Já nos remiste, somos o Teu Corpo,
     Que mais dizer, senão que: “Somos um!”

        No universo um só Corpo há;
        Na terra, em nós, vem se expressar.
        Nesta cidade, todos o verão:
        O Corpo é um – oh! que visão!

4   Sim, somos um; ninguém vai dividir-nos,
     Pois essa unidade é do Senhor;
     Tomando um só pão e um só cálix,
     Iremos esta unidade expor.

        No universo um só Corpo há;
        Na terra, em nós, vem se expressar.
        Nesta cidade, todos o verão:
        O Corpo é um – oh! que visão!

5   Que gozo ter tal unidade plena!
     Sentimos que contente estás, Senhor;
     E que antegozo doce partilhamos
     Do Noivo com a Noiva em amor!

        No universo um só Corpo há;
        Na terra, em nós, vem se expressar.
        Nesta cidade, todos o verão:
        O Corpo é um – oh! que visão!
 

Categoria: Louvor ao Senhor
Subcategoria: Em Memória Dele

Letra: -
Música: Melodia folclórica sueca
Tonalidade: Si bemol Maior
Métrica: 11.10.11.10 com coro
Ing: 1107
Esp: 105
Chi: S612
Cor: 1107

  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível

  • Partitura não disponível
  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível