982





1   O coração não pode entender
     O que Deus preparou pros filhos Seus,
     O que virá na era do porvir,
     Mas Cristo a visão já concedeu:
     Quão bela a Igreja descerá
     E, gloriosa, resplandecerá.
 
2   O Noivo vai a Noiva adornar
     Com ouro, pedras, pérolas e mais;
     E ela, a Igreja, vai reinar,
     Brilhando como luzes eternais.
     E levará a Noiva, Seu amor,
     Ao trono do Seu Pai em resplendor.
 
3   Assim vão reunir-se, afinal,
     Os filhos do Senhor em comunhão,
     Com Seu amor mesclando-se em um,
     Mas cada um com sua distinção;
     Tais quais estrelas diferentes são,
     Assim vai cada um brilhar então.
 
4   Deus vai ser tudo para os filhos Seus,
     Seu suprimento, rios de frescor,
     A recompensa deles vai ser Deus,
     A alegria, Cristo, o Senhor;
     Seus cânticos então proclamarão
     O gozo que excede expressão.
 
5   Eterna vida, e celestial,
     Guardada em Jesus pra nós em Deus,
     Mistério de real ressurreição:
     A fonte d’água viva para os Seus;
     No trono de Jesus irá reinar
     A vida que a morte vai tragar.
 
6   Aqui, na terra, no deserto, nós
     Assim que cremos no Senhor Jesus,
     Vivificados pelo Espírito Seu,
     O recebemos como vida e luz.
     Quais ramos na videira somos um,
     Nós temos unidade incomum.
 
7   Apressa-te, Senhor Jesus, e vem,
     Sustenta-nos aqui com Teu vigor;
     Com Teu amor atrai-nos pra seguir,
     És nossa Pátria, ó divino amor;
     Em Ti seguros somos pela fé,
     Morada para sempre nossa és.
 

Categoria: A Manifestação Suprema
Subcategoria: Deus em Cristo como Tudo em Todos

Letra: Irmãos Moravianos
Música: William Henry Monk
Tonalidade: Ré Maior
Métrica: 10.10.10.10.10.10
Ing: 982
Esp: -
Chi: -
Cor: 982

  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível

  • Partitura não disponível
  • MP3 com voz não disponível
  • MP3 Instrumental não disponível